Comunicação Violenta: reconhecendo e mudando

O ser humano, em geral, assume uma comunicação violenta diante de situações de conflito. A comunicação violenta que me refiro aqui não é a agressão verbal em si, mas sim o que se pode chamar de violência passiva, aquela que gera raiva na vítima. Ou seja, é uma violência na forma de falar que acaba por fomentar o conflito ao invés de resolvê-lo.

Anúncios

Conheça uma ferramenta especial para saber expressar suas verdades mais difíceis

Em todo relacionamento interpessoal existem algumas verdades que são profundamente difíceis de serem expostas, porém extremamente necessárias. Como falar sobre assuntos delicados sem magoar ou ferir o outro? De que forma expressar minhas dores e decepções sobre nossa relação sem agredir e acusar o outro? Como falar de forma a ser ouvido, sem criar uma “guerra” com nenhum resultado positivo? Qual a melhor forma de comunicação saudável e benéfica para nossas relações?

Comunicação interpessoal pra quê?

Não é de hoje que um dos maiores desafios do ser humano é se relacionar com as pessoas. Relacionar-se tem a ver com manter amizades duradouras, conviver em sociedade, em família, ter um relacionamento profissional e também cultivar uma relação amorosa. Apesar de nos relacionarmos o tempo todo, as dificuldades persistem porque ainda não desenvolvemos a consciência de quanto a comunicação intencional é importante nesse processo.