Cuidando da nossa casa interior

Quando pensamos em reestruturar nossas vidas, é fundamental o cuidado com a nossa casa interior. Abra as janelas de sua casa todos os dias para o Sol, a luz e o ar entrarem, renove suas energias. Ao acordar, agradeça todos os dias pela vida e por todas as oportunidades de aprendizado que irão surgir.

Anúncios

Síndrome do Pânico – Parte 3: A primeira crise

O final de semana ia ser de aula. Era o meu primeiro módulo na pós-graduação e eu conhecia apenas algumas pessoas, entre elas colegas de trabalho que haviam escolhido o mesmo curso. Tudo corria bem. Meu sorriso já estava voltando ao normal e os sintomas da paralisia facial eram quase imperceptíveis. Era quase meio-dia. Eu estava vidrada na aula, anotava tudo que a professora falava. Não havia nenhum indício de que aquele seria um dos piores dias da minha vida. O intervalo para o almoço já ia começar e a professora estava apenas combinando o horário de retorno para nos liberar. Foi naquele momento em que senti uma súbita falta de ar.

Síndrome do Pânico parte 2 – Os primeiros sintomas antes da crise

Durante o tratamento contra ansiedade, que no meu caso foi a mola propulsora da Síndrome do Pânico, ouvi uma explicação muito pertinente sobre como funciona nosso corpo, principalmente nosso cérebro. Se você colocar um balde embaixo de uma torneira que está gotejando, o balde vai demorar muito a encher. Mas uma hora ele ficará cheio e na iminência de transbordar. Quando estiver nesse patamar e mais uma gota pingar, pronto, o balde transborda e não aguenta mais o volume de água causado por aquela goteira.