Agarre as oportunidades, elas podem não voltar!

As oportunidades batem à nossa porta a todo momento. Elas passam em nossa cara, às vezes dão um esbarrão para que as percebamos e, muitas vezes, param em nossa frente para ter certeza de que a vimos. Mas, infelizmente, nem sempre as percebemos. Algumas pessoas não as percebem nunca! E elas se vão…

Perdemos as oportunidades por medo, insegurança, falta de autoconfiança, falta de incentivo moral, falta de grana, crenças limitantes e modelos mentais inflexíveis, entre outros. Mas eu diria que com exceção da falta de grana, todos os outros motivos são internos, ou seja, dependem de nós mesmo. Isso significa que perdemos ótimas oportunidades por nossa própria culpa.

Quantos jovens reclamam por não conseguirem o primeiro emprego por falta de experiência, mas não tiram umas horas do dia para fazer trabalho voluntário em sua área? Quantas pessoas não conseguem comprar a tão sonhada casa própria, mas gastam o que têm e o que não têm com roupas e passeios caros? E quantas pessoas sofrem com o desemprego, mas acham indigno realizar uma atividade considerada pela sociedade como menos prestigiada?

LEIA TAMBÉM
Gratificação: a recompensa que gera alegria e bem-estar
Inverdade virtual: queremos uma vida plena, cheia de propósito e significado
Outubro Rosa: aprendendo a me amar e relacionar bem com meu corpo

Perdemos boas oportunidades em nosso dia a dia porque não somos capazes de tirar o cabresto que nos limita a visão e olhar ao lado. Enquanto aspiramos somente o horizonte, esquecemos de olhar para os vários caminhos que levam até ele. Quando muito, só conseguimos enxergar o que está a nossa frente.

Quando somos capazes de abrir mão do orgulho, da vaidade e da certeza de que a nossa verdade é a verdade absoluta, começamos a perceber quantas oportunidades existem a nossa volta. Deixamos de ser vítimas das situações e assumimos o protagonismo da nossa existência.

Para aqueles que se sentem presos a este cabresto, #ficaadica: liberte-se!

Leia, conheça novas ideias e culturas – por mais que você não concorde com elas, faça terapia, volte a estudar, conviva com pessoas diferentes de você! O mundo não é esse pedacinho de chão que vemos o tempo todo. Existe muito mais ao nosso redor. Aprendamos a enxergar!

Entusiasme-se, desenvolva-se e seja mais feliz!

Humberta Carvalho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s