Outubro Rosa: aprendendo a me amar e relacionar bem com meu corpo

Nós, mulheres, carregamos em nossa essência, como uma marca registrada, uma propensão ao cuidar. Parece que já nascemos impregnadas por um gene que nos impele ao cuidado com o outro e com as coisas de maneira geral.

Nunca atendi uma mulher em meu consultório na qual não detectasse esse instinto natural de tentar resolver e cuidar de tudo e de todos. Porém, é exatamente com base neste lindo dom que muitas vezes acabamos estragando as coisas e nos tornando um peso para nós mesmas e para os outros.

E sabe o porquê? Porque cuidamos dos outros e esquecemos de cuidar de nós mesmas!

Nos tornamos tão afoitas em zelar de tudo, que esquecemos de algo crucial para o sucesso nesta tarefa: devemos cuidar primeiramente de nós mesmas. Primeiro “encher”, para depois “derramar”. Porque se você somente derramar, vai chegar o momento -e não tardará – em que você vai ficar vazia. Vazia de quê?

Vazia de amor, porque amou tanto os outros e esqueceu-se de amar a si mesma! Vazia de felicidade, porque derramou tanto seu desejo de felicidade, tentando fazer os outros felizes, que não sobrou alegria para você. Vazia de motivação, porque gastou toda sua energia com o mundo lá fora e esqueceu que seu mundo interno também carecia de estímulos para se colocar em ação.

LEIA TAMBÉM
Tenho um sonho, construo meu sonho
Resiliência: seguindo em frente com flexibilidade
Não vale mais chorar por ele

E, quando menos se espera, o que temos? Temos uma mulher desgastada, sem vida, sem forças, cansada de tudo… vazia.

E sabe o que vai acontecer com aquelas pessoas a sua volta, para as quais você tanto se doou? Você se tornará um peso para elas, pois estará estressada, cansada, mal-humorada e chata.

Guarde bem isso em sua memória, querida amiga: Encher para derramar! “A boca fala do que o coração está cheio”! E se você estiver vazia, será vazio que você disseminará!

Cuide-se! Ame-se! Busque o que te faz feliz! Encha-se e… derrame-se abundantemente a todos a sua volta. Isso é ser feliz e fazer feliz. Porque somente os felizes fazem feliz.

Os tristes contaminam tudo com sua tristeza, jamais se esqueça disso! Quer fazer seu marido, seus filhos, sua família feliz? Então comece agora, fazendo você mesma feliz!

Relacione-se bem com você! E comece cuidando de seu corpo. Olhe-se no espelho, admire-se, toque-se. Sinta um profundo respeito e amor por você mesma! Faça checkup e autoexame frequentemente. Cuide de sua alimentação, beba água, faça uma atividade física que lhe agrade.

Enfim, cuide de você e de seu corpo como o bem mais precioso que lhe foi concedido. Você precisará dele para cumprir com maestria sua nobre função de amar e cuidar sempre!

Viviane Guimarães

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s