Resiliência: seguindo em frente com flexibilidade

Para a física, a resiliência é uma forma de medir a capacidade de um material permanecer inalterado quanto à ação de elementos externos. Imagine dois metais sendo igualmente expostos ao calor da chama de um fogão, por exemplo. Aquele que sofrer menos dilatação ou deformação será considerado mais resiliente.

A psicologia importou da ciência essa definição e a utiliza para se avaliar a nossa capacidade de manter um estado emocional e psicológico intactos ou sóbrios durante a ação de elementos externos.

O sucesso em tudo o que você faz na vida, carreira e negócios, não depende apenas de você, mas também da ação de elementos externos. Você precisa de fornecedores, colaboradores, equipes de apoio, chefes, mercado, de seus filhos e cônjuge para obter sucesso e/ou felicidade. Porém onde existe relacionamento existe conflito. Não existe vida sem problemas, obstáculos e desafios, o que muda é a forma com que cada um lida com eles. Essa é a grande diferença entre ter ou não sucesso!

1° DICA – RECUPERE-SE APÓS OS PROBLEMAS

Por mais ações preventivas que você faça, nunca irá evitar a falta de um funcionário por problemas em sua família, a perda de um colaborador por uma melhor proposta, crises econômicas e uma série de outros problemas. Sua vida e resultados não dependem apenas de você e você deve aprender a ser resiliente aceitando isso. Se você não é, jamais encontrará alternativas para vencer os obstáculos.

Acredite, essa capacidade está presente e diretamente ligada às pessoas que mantém boa capacidade de recuperação após passarem por dificuldades. Lembra das paralimpíadas? Lá tivemos vários atletas que sofreram perdas severas em sua capacidade. Por serem resilientes conseguiram avaliar outros meios e continuaram ativos.

Não é a sorte que faz um campeão e sim o esforço. Se você tem alguma dificuldade, limitação ou obstáculo, não se desamine, irrite ou desespere. Busque alternativas e mantenha o foco no objetivo. Afinal, mesmo pessoas sem partes importantes de suas funções físicas se tornaram campeões. No fundo sempre há uma forma de superar as limitações e você deve ir em busca delas se quiser vencer.

2° DICA – NUNCA DESISTA

A vida não acaba com a perda do emprego, a morte de alguém que você gosta, quando o cônjuge pede o divórcio, você ou o filho repetem na escola, quando seu maior cliente migra para um concorrente ou seu melhor vendedor pede demissão. Na realidade, tudo continua, o que muda é que há a necessidade de você buscar por novas soluções ou formas de adaptação às novas realidades.

LEIA TAMBÉM
Não vale mais chorar por ele
A gratidão multiplica o que é bom
Síndrome do Pânico – Parte 3: A primeira crise

Não mudamos a realidade, pessoas resilientes não perdem tempo tentando mudar os fatos, pelo contrário, buscam uma forma de se corrigir e também mudar o rumo de suas vidas para enfrentar os problemas. Olhar o acontecido e aprender com a situação inusitada é o início da solução.

Fazer um bom estudo das causas e ver quais delas você poderá corrigir primeiro é uma boa forma de se manter no caminho do sucesso. Grandes empresas melhoraram depois de perder grandes clientes, com ações de pulverização de vendas e ampliação da equipe comercial. Outras foram capazes de dar mais atenção aos filhos e à esposa depois de crises conjugais e assim por diante. O importante é manter a serenidade e atuar na causa, não perder o controle e agredir ou reclamar da vida.

3° DICA – O RESULTADO DEPENDE DE MIM

Certa vez, um aluno de artes marciais pergunta ao mestre:
– Mestre, como você pode se tornou tão sólido? Nada parece te abalar ou desconcentrar.
O mestre então responde:
– Na verdade, saio do sério muitas vezes por dia, me desconcentro o tempo todo e tenho muitas emoções que me tiram o foco.
O aluno, sem entender, questiona o mestre novamente:
– Não notamos isso, como faz para transparecer sempre tão sereno?
O mestre finaliza dizendo:
– Volto ao centro (estado de concentração e presença) mais rápido que os outros quando algo acontece.

Não importa o que tenha acontecido, nem os problemas ou limitações atuais, no fim, a decisão de estar em um estado de produtividade e de alta performance depende exclusivamente de você. Experimente decidir parar de reclamar e achar soluções e implementá-las até que algo tenha sido superado ou o êxito tenha sido alcançado.

AS 7 CARACTERÍSTICAS DAS PESSOAS RESILIENTES

Existem sete características comuns em pessoas com alta resiliência, veja se elas estão presentes em seu dia a dia. Se não estiver, procure ajustar-se. Pois somando às dicas anteriores, com estas habilidades, além de você ir mais longe (objetivos maiores) irá também alcançar o que deseja mais rápido.

1º Administração das Emoções – Habilidade em se manter sereno quando ocorre um problema, evitando o pânico e a raiva, preservando a capacidade de tomar boas decisões. Também diz respeito à compreensão de pessoas e à aceitação das diferenças, com isso utiliza melhor as diferentes habilidades de cada um em busca de objetivos.

2° Controle de Impulsos – Não se deixar levar impulsivamente por uma emoção que esteja presente em um dado momento. Pensar antes de agir e avaliar as possibilidades é sempre o melhor caminho. Com muita emoção as decisões podem trazer sérios problemas e piorar algo, ao invés de melhorá-lo.

3° Manter o otimismo – Ser otimista, é manter a crença de que as coisas podem melhorar e não fugir da adversidade. O otimismo se relaciona com a esperança e com a observação de que problemas são momentâneos e podem ser superados. Desta forma controlamos o próprio destino, promovendo ações no presente, para tornar os bons pensamentos sobre o futuro em realidade.

4° Análise da realidade – Ser capaz de olhar e identificar as causas dos problemas, vendo através das pessoas e evitando apenas achar culpados. As pessoas são apenas parte do problema. Saber entender quais os outros elementos estão influenciando é importante para obter soluções definitivas. Analisar a realidade é mais do que ver o que aconteceu, passa por ver o que causou e como cada fator influenciou.

5° Empatia – Ao contrário do que muitos pensam, empatia é mais do que simplesmente se colocar no lugar do outro, é entender como o outro entende, ver com seus olhos e ouvir com seus ouvidos. É, no fundo, a capacidade de compreender a realidade de mundo das outras pessoas para ensiná-las a agir, ou aprender com elas.

6° Reação assertiva ao “não” – Várias pessoas se entregam ao primeiro “não” recebido. Outras permanecem e insistem até obter o que querem mudando seus argumentos e estratégias para chegar ao êxito. Você decide parar ou continuar, acredite! Se seguir em frente com um pouco de flexibilidade os resultados vão sorrir para você.

7° Auto Eficácia – Acreditar que é capaz, monitorar seus resultados e comemorar as vitórias. Essas características, quando repetidas várias vezes, ampliam a chance de manter-se sereno rumo ao sucesso desejado.

ACREDITE QUE VOCÊ É CAPAZ

Acredite em você e se coloque de forma serena frente aos objetivos e contratempos, olhe sempre para o objetivo e seja sempre um vencedor. Evite perder o controle de sua vida se entregando à fortes emoções temporárias que podem comprometê-lo para o resto da sua vida. Se manter no centro é mais importante do que simplesmente esperar pela sorte. Experimente implementar esses conhecimentos em sua vida e verá os bons ventos do sucesso sorrirem pra você.

Acredite… tudo só depende de sua decisão.

Você é capaz!

Por Leyder Rodrigues Nunes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s