E se arrependimento matasse?

Você já fez algo que afetou negativamente alguém, mesmo que tenha sido sem querer? E como lidou com isso? Pediu desculpas? Ignorou o sofrimento do outro? Ou ficou se martirizando pelo que aconteceu? Já sentiu arrependimento?
Pedir desculpas é o mínimo que você deve fazer, mesmo porque quem ignora o sofrimento alheio muitas vezes é taxado como egoísta e insensível. E, na verdade, é isso mesmo! Mas ficar se martirizando também não dá! Ficar chorando pelo leite derramado é a pior coisa que se pode fazer (lembram do texto que escrevi sobre isso?).
Em uma situação ideal – que realmente não existe de verdade – ninguém toma atitudes que magoam os outros, não se arrependendo nem se desculpando. Mas e aí: vai ficar querendo morrer por algo feito não intencionalmente? Vai ficar assim toda vez que coisa do tipo acontecer? Não dá, né?!
Se solidarizar ao sofrimento do outro mostra que você é humano, mas sofrer até mais do que ele não é bom pra ninguém. Então, bola pra frente! Aprenda com seus erros e tente não repeti-los.
Por Ana Carolina Carvalho Santos
ESTE ARTIGO CONTRIBUIU COM VOCÊ? ENVIE-NOS UM E-MAIL CONTANDO SUA HISTÓRIA: contato@potencialmaximo.com.br
Anúncios

Um comentário sobre “E se arrependimento matasse?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s