Você já reclamou hoje?

“Se você não gosta de alguma coisa, mude-a. Se você não pode mudá-la, mude sua atitude. Não reclame.” – Maya Angelou

Você já parou para pensar no quanto reclama? Nos últimos dias, estou me policiando em relação à reclamação. Decidi reclamar de menos e agradecer de mais. A experiência tem sido incrivelmente reveladora e desafiadora.

Estou percebendo o quanto reclamo mesmo sem precisar: uma dorzinha que incomoda, uma ligação que atrapalha enquanto estou concentrada, o calor excessivo, o trânsito caótico, o elevador com defeito, o calo no pé, o cisco no olho e por aí vai… Por muitas vezes ao dia me pego reclamando por costume. E o que mais tem me chamado a atenção é a naturalidade com que reclamo. A maioria das vezes, a reclamação é em razão de coisas pequenas, irrelevantes e imperceptíveis a outras pessoas.

Consequentemente, venho percebendo que reclamar faz parte do inconsciente humano. Faça o teste! De que coisas você já reclamou hoje, mesmo que tenha sido só em pensamento?

LEIA TAMBÉM:
Fique com pessoas que respeitam a sua essência
Não adianta chorar pelo leite derramado
Conheça uma ferramenta especial para saber expressar suas verdades mais difíceis

A finalidade dessa experiência é diagnosticar o porquê das minhas reclamações e eliminar as que são desnecessárias. E, pasme, a grande maioria é desnecessária! Então, porque reclamar?

Para quebrar esse ciclo e criar uma nova cultura particular, estou me exercitando. A finalidade é criar o hábito de agradecer mais e parar de reclamar sem necessidade. Por isso, toda vez que percebo uma reclamação chegando, a troco logo por um agradecimento. Estou em fase de treinamento, então às vezes me escapa uma reclamação aqui e outra ali. Mas como já consigo identificar as reclamações, após soltar alguma fico pensando por que reclamar? O que essa reclamação vai me trazer de positivo? Posso simplesmente agradecer e tornar aquele pensamento incômodo em um pensamento positivo de agradecimento?

O que quero com isso? Êxito e prosperidade, porque coisas boas atraem coisas boas.

“Reclamar é se concentrar no que não queremos, é falar sobre o que está errado. E tudo aquilo em que concentramos nossa atenção se expande (…). Reclamar é falar de coisas que você não quer, em vez de falar daquilo que você quer. Quando nos queixamos, usamos as palavras para nos concentrarmos no que não é como gostaríamos. Nossos pensamentos criam nossa vida, e nossas palavras revelam o que pensamos (…). Estamos, cada um de nós, criando nossa própria vida o tempo todo. O truque é pegar as rédeas e levar o cavalo na direção que queremos seguir, em vez de ir para onde não queremos.” – Will Bowen 

Por isso, hoje eu te desafio a começar a prestar atenção no quanto você reclama e a avaliar: em que as reclamações estão contribuindo para o seu sucesso? Se ao “colocar na balança” você perceber que reclamar não te traz nada de bom, comece a trocar reclamações por agradecimentos. Espero que, assim como eu, você perceba que pode ser muito melhor e que pode chegar muito mais longe que imagina!

Entusiasme-se, desenvolva-se e seja mais feliz!

Por Humberta Carvalho

ESTE ARTIGO CONTRIBUIU COM VOCÊ? ENVIE-NOS UM E-MAIL CONTANDO SUA HISTÓRIA: contato@potencialmaximo.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s