Propósito de Vida: qual é o seu?

O meu propósito de vida é entusiasmar pessoas a se desenvolver para que elas sejam mais felizes. Essa definição não surgiu do dia para a noite, ela foi percebida, analisada e, principalmente, sentida.

É sempre bom contextualizar. Por isso, de acordo com o dicionário, propósito é “aquilo que se pretende alcançar ou realizar”, é uma “finalidade”, um “fim”.

Descobri o meu propósito de vida aos 27 anos. Li, certa vez, que o primeiro dia mais importante da vida de uma pessoa é o que ela nasce, e o segundo é quando descobre por que nasceu. Quando você faz essa descoberta, passa a perceber significado para sua existência.

Viktor Frankl, autor de “Em busca de sentido”, viveu como prisioneiro nos campos de concentração nazistas durante a II Guerra Mundial. Em seu livro, ele diz que “a vida tem um sentido potencial, sob quaisquer circunstâncias”. Com isso, ele quer mostrar que independente da situação na qual você se encontra, sua existência tem uma finalidade, um sentido.

A especialista em Inteligência Emocional, Carmen Silvia, explica que ter um propósito na vida é o que nos faz ter foco: “Ao identificá-lo, assumimos nossa existência com clareza e protagonismo. Compreendo que a descoberta do nosso propósito equivale a descobrir o sentido da nossa vida. Para que estou aqui? Que legado pretendo deixar? Ter um propósito nos afasta do vitimismo e nos leva para o amadurecimento existencial”.

Aconteceu comigo

Descobri meu propósito de vida após ser diagnosticada com síndrome do pânico. Foi um período conturbado e eu não tinha outra opção a não ser me desenvolver. Esse processo me fez perceber o quanto eu ainda tinha a crescer. Depois da descoberta, tornou-se mais forte em mim um sentimento que há muito me acompanhava: querer que as pessoas evoluam suas mentes para viver melhor neste mundo tão conturbado.

Claro, minha cabeça deu um nó, mas aos poucos fui simplificando esse desejo. Eu queria entusiasmar as pessoas para que elas se desenvolvessem e fossem mais felizes na vida pessoal e profissional. E assim tenho feito. Nada me deixa mais feliz e realizada que perceber que contribuí para a evolução das pessoas, que as entusiasmei a buscar ajuda para desenvolver seus pontos fracos e potencializar seus pontos fortes.

Lendo mais sobre propósito, pude, ainda, observar como um propósito está associado a outros. É como uma corrente que vai se formando e passando para frente coisas positivas que contribuem para um mundo melhor.

O que você pode fazer para tornar o mundo melhor? Como pode contribuir para a felicidade, crescimento e desenvolvimento das pessoas? Como pode fazer a diferença? Qual seu propósito de vida? A resposta está dentro de você!

Entusiasme-se, desenvolva-se e seja mais feliz!

Por Humberta Carvalho

ESTE ARTIGO CONTRIBUIU COM VOCÊ? ENVIE-NOS UM E-MAIL CONTANDO SUA HISTÓRIA:contato@potencialmaximo.com.br

LEIA TAMBÉM:
Escolha viver o lado bom da vida
Já tem planos para 2016? Que tal começar com uma faxina interior?
Zona de perfeição: quando você se fecha para o novo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s